2019 terminando e o que fica para nós? A garantia de que ‘nós podemos!’Um ano marcado por desafios, lutas mas também de grande vitórias.

A Faculdade Zumbi dos Palmares recebeu o devido reconhecimento: dois prêmios em Cannes (Machado de Assis Real e Caixa Preta); foi honrada com a visita de Graça Machel, política e ativista dos direitos humanos, ex-ministra da Educação moçambicana, viúva de Samora Machel, o primeiro presidente de Moçambique, morto em 1986, e de Nelson Mandela; da escritora e educadora mineira Conceição Evaristo, homenageada deste ano com o Prêmio Jabuti como Personalidade Literária de 2019, e tantas outras que nos honraram.

As atividades da nossa Virada da Consciência, foram um sucesso e repercutiu em toda a grande mídia. Com a noite de entrega do Troféu Raça Negra, o nosso “Oscar brasileiro”, criado pela Ong AFROBRAS, consolidamos o resultado de um trabalho que envolve sempre muita luta e dedicação. Àqueles que participam da história do povo negro e obtém o mérito pelo seu trabalho.

Veio o reconhecimento através da USP: O Prêmio USP de Direitos Humanos concedido à pessoas e instituições que tenham contribuído para a difusão, disseminação e divulgação dos direitos humanos no Brasil, como foi o caso da Faculdade Zumbi dos Palmares.

Nosso Reitor foi reconhecido como um dos Brasileiros do Ano de 2019, pela Revista Isto É e Isto É Dinheiro, por seu ativismo na Igualdade Racial.

É com toda essa gratidão que queremos desejar a todos Boas Festas e um 2020 marcado por belas ideias, onde a luta contra a discriminação racial se torne a certeza de que não há preconceitos e que somos todos iguais.

Venha realizar suas conquistas com a Zumbi e ter um Feliz 2020!