O Rabino emérito da Congregação Israelita Paulista, faleceu em Miami, nesta sexta-feira, após uma longa luta contra um câncer de pulmão

Henry Sobel foi parceiro e aliado na criação da Faculdade Zumbi dos Palmares, tendo inclusive participado da sua inauguração para o corte da fita, em meio aos demais convidados de diferentes religiões.

Além de sua contribuição para a redemocratização e o diálogo entre as religiões, em 1975, Henry recusou-se a enterrar como suicida, o preso político Vladimir Herzog, contestando a versão mentirosa de suicídio, e enfrentando a versão oficial das forças policiais, que assassinaram o jornalista.

O norte-americano Henry Sobel, radicado há mais de 40 anos no Brasil, foi presidente, até outubro de 2007, do Rabinato da Congregação Israelita Paulista, quando se afastou formalmente. Sobel faleceu após uma longa luta contra um câncer de pulmão.