A Faculdade Zumbi dos Palmares tem  o propósito de trazer sempre as melhores ‘cabeças’ para o seu Corpo Discente. Uma dessas pessoas é o Coordenador dos cursos de Pedagogia/// Publicidade e Propaganda Ricardo Salles. “Temos muitas coisas interessantes a desenvolver, este ano. Vale a pena ressaltar que a FAZP é a única instituição de Ensino Superior que aborda as questões étnico-raciais, conforme a grade curricular. Ou seja, estuda-se na essência tudo o que permeia o assunto”, sintetiza o professor. 

Entre suas várias atribuições, ele destaca para este primeiro semestre de 2018, as seguintes atividades:

*Oficina de Escrita Acadêmica (destinado aos alunos (as) de Pedagogia);

*Preparação para o Enem (atividade extra-curricular, visando os futuros universitários(as);

*Curso para o Enade;

*Grupos de Estudos às 4as. Feiras;

O Coordenador do Curso deve cuidar exclusivamente da gestão acadêmica do curso. Isto implica dizer que as funções administrativo-institucionais devem ficar a cargo de outros gerentes, o diretor da faculdade e os administradores do campus, conforme a estrutura regimental da instituição de ensino. O próprio MEC instituiu alguns indicadores para o perfil e funções do coordenador de curso, destacando os seguintes:

" A participação do Coordenador do Curso nos órgãos colegiados acadêmicos da IES. 
" Experiência profissional acadêmica 
" Experiência profissional não-acadêmica (relacionada ao curso). 
" Área de Graduação (pertinência com o curso): 
" Titulação - Dr/MS/Especialização (pertinência com a área do curso) 
" Regime de trabalho na Instituição.

Sobre o perfil do Coordenador de Curso é importante que, antes de tudo, seja um líder capaz de incentivar e favorecer a implementação de mudanças que propiciem a melhoria do nível de aprendizado, estimulando a crítica e a criatividade de todos os envolvidos no processo educacional. O Coordenador deve ser proativo, com o perfil de um gestor de oportunidades, contrapondo-se ao de gestor de recursos, burocrata, cultor do status-quo, com atitudes apenas reativas. 

Deve ser uma pessoa de amplo relacionamento - tanto no meio acadêmico como na área profissional. Os contatos com dirigentes e profissionais de sucesso facilitam a promoção de intercâmbios e palestras para os alunos de seu curso. Deve ser ético, enérgico em suas ações, com decisões justas até mesmo na proposta de substituição de professores e colaboradores que não correspondam às expectativas do Curso. 

A exigência de titulação de mestrado ou doutorado é importante na medida em que o Coordenador de Curso irá liderar docentes portadores desses títulos. Para que as titulações do Coordenador funcionem, de acordo com as diretrizes do MEC e tenham pertinência com a área do curso é importante, mas não devemos nos limitar a este parâmetro. É fundamental, também, que o Coordenador de Curso tenha algum treinamento na área pedagógica.

A experiência docente do Coordenador de curso não é apenas desejável, mas sim necessária. O Coordenador deve ministrar aulas no curso que administra. A experiência profissional não-acadêmica, enfatizada pelo MEC em seus documentos de avaliação, também é de suma importância. Se o Coordenador de Curso já exerceu atividades profissionais relativas ao curso que gerencia terá, obviamente, uma melhor visão do mercado de trabalho e saberá, por conseguinte, melhor conduzir os objetivos do programa curricular. Sua experiência inspirará "confiança" e "credibilidade" por parte dos alunos e também dos professores. Sua experiência profissional, a qualificação acadêmica e a dedicação ao curso, aliados à sua capacidade de liderança vão lhe conferir a desejável característica de "professor identificado com a profissão inerente ao curso".



As atribuições do Coordenador de Curso estão divididas em três áreas de atuação, a gestão acadêmica / didático-pedagógica; gerência do curso, infra-estrutura e a gestão política e institucional do curso.

Gestão acadêmica / didático-pedagógica 
O Coordenador do Curso é o responsável pela elaboração do projeto pedagógico, que deve ter seus objetivos e fundamentos bem claros e definidos. É importante destacar pontos diferenciais na concepção do curso, vinculando-o à missão da instituição de ensino e seus compromissos com a qualidade do processo educacional. O projeto pedagógico deve sofrer revisões periódicas e, para tanto, o Coordenador do Curso deve promover reuniões para a sua discussão com professores, coordenador de avaliação, alunos, ex-alunos e empresários.

 

Gestão do Processo Seletivo, captação de alunos, desenvolver programas em parceria com todas as coordenações para fomentar a entrada de discentes na instituição.

Buscar parcerias com outras instituições, promover políticas de bolsas e descontos.

 

Dar suporte a toda a instituição no que diz respeito a respaldo jurídico, contratos e representar a instituição junto a organizações governamentais e não governamentais, associações, sindicatos e representantes da sociedade civil, promovendo ações de integração da instituição junto à sociedade civil no processo de gestão 

Fortalecer as Relações Institucionais para incidência em Políticas Públicas, para incidência em políticas públicas, além de consolidar a imagem da instituição no mercado corporativo.

 

Gestão de eventos esportivos e culturais, além da promoção e salvaguarda das expressões culturais étnico raciais.

Coordenar as ações desportivas, dando suporte e consolidando ações internas e externas.

Dar visibilidade às produções realizadas na instituição, tanto em âmbito interno quanto causar impacto externo.

Página 1 de 2

DEPOIMENTOS

blog-do-reitor.png
selo-pedagogia.jpg
pp.png
selo-direito.jpg
direito.png
selo-administracao.jpg
adm-1.png
bradesco.jpg